Vendas de seguro para casa de veraneio crescem 12% nesta época do ano

10/01/2020 / FONTE: Revista Cobertura

seguros_0010_hero_915x478

Regiões litorâneas são as mais requisitadas para proteção do imóvel durante as férias

Você já pensou em proteger seu imóvel usado para temporadas? Pois bem, muitas pessoas não sabem, mas existe um seguro específico que protege aquele cantinho especial que você adora passar as férias em família.

Assim como os imóveis residenciais permanentes, as casas de veraneios utilizadas para temporada de verão ou inverno estão suscetíveis a imprevistos como roubo, dano elétrico, entre outros problemas, já que ficam desocupadas boa parte do ano. As casas de temporadas merecem proteção, bem como as casas na cidade. Afinal, é melhor se prevenir para não sair no prejuízo.

Mantendo o patrimônio seguro

Henrique Mol, diretor executivo da franquia Quisto Corretora de Seguros, que conta com 100 unidades distribuídas pelo Brasil, explica que o seguro para casa de veraneio nada mais é do que o próprio seguro residencial. “Atualmente, a vigência para este tipo de seguro é de um ano e não pode ser contratada cobertura proporcional ao tempo que o segurado permanece no imóvel. As coberturas deste tipo de seguro seguem as linhas do seguro residencial no qual existe uma cobertura básica (obrigatória), que resguarda de possíveis prejuízos decorrentes de incêndio, explosão e fumaça, além das coberturas adicionais que podem ser incorporadas a apólice”, diz.

O executivo pontua que a procura por este tipo de produto tende a ser maior nos períodos de férias, tanto em julho (devido a pausa escolar das crianças), quanto nas férias de dezembro e janeiro, na qual os imóveis de veraneio estão ocupados.

As regiões litorâneas são as campeãs para contratações desse tipo de seguro. Afinal, são essas áreas que possuem uma maior quantidade de imóveis de veraneio, seguidas das regiões montanhosas, como o sul do país.

Venda aquecida

O seguro para casa de veraneio resguarda o segurado de diversos fatores que podem acarretar em prejuízo, tais como furtos na casa de temporada, incêndios, danos elétricos, alagamentos, e etc. “Um dano inesperado faz com que o indivíduo não segurado tenha um gasto que não estava previsto em suas despesas, gerando consequências consideráveis em relação ao possível prejuízo”, afirma o diretor executivo da Quisto.

Há planos em que a cobertura, inclusive, cobre o trabalho de chaveiro, ideal para quando você empresta a casa para aquele primo e ele perde as chaves, bem como troca de espelhos e vidros quebrados; encanador para desentupir banheiros e ralos, entre outros serviços simples, mas que geram uma dor de cabeça.

Mol reforça ainda que esse tipo de seguro vem crescendo. Nesta época do ano, onde muitas famílias curtem o período para relaxar, a venda do produto tende a crescer em 12% entre os franqueados da franquia Quisto.

“Quem possui uma casa na praia ou no campo está em busca de tranquilidade, quer curtir alguns dias de descanso longe do estresse do dia a dia. Daí a importância de contar com um serviço capaz de auxiliar nos imprevistos”, finaliza Mol.

Para quem busca um seguro específico, a orientação é conversar com um corretor de confiança para verificar o seguro que mais atende as necessidades da pessoa. Hoje há no mercado dezenas de seguradoras com preços bastante atrativos e vasta opção de coberturas.

Tags: ,

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: