Vale mais a pena baratear a franquia ou o seguro do carro?

16/04/2014 / FONTE: Exame


carroValor da franquia, pago pelo segurado quando ocorre algum dano ao seu veículo, pesa bastante no custo final do seguro; veja qual franquia contratar

Seria ótimo viver em um país sem roubos e com motoristas 100% prudentes. Mas, já que ainda não chegamos lá, a saída é mesmo contratar um seguro de carro e buscar o produto com melhor relação entre custo e benefício. Para isso, um detalhe importante a se observar é a franquia contratada.

A franquia é o valor que o segurado desembolsa quando ocorre algum tipo de dano parcial ao seu veículo – excluindo danos a terceiros – e a seguradora é acionada para cobrir o prejuízo. Quanto maior o valor da franquia, portanto, menor o valor do seguro, e vice-versa.

Uma simulação realizada pela corretora online Bidu.com.br mostrou que o tipo de franquia contratada tem um forte impacto sobre o valor pago pelo seguro.

Foi simulado o valor do seguro de um Volkswagen Gol (1.0, zero-quilômetro), de cerca de 30 mil reais, para um homem de 35 anos, que tem garagem no trabalho e em casa e mora no Tatuapé, bairro da zona leste de São Paulo.

Foram cotados os preços para os principais tipos de franquia oferecidos nas apólices de seguro: ampliada, básica e reduzida.

Na franquia ampliada, o valor do seguro é menor, mas na ocorrência de um sinistro o valor pago pelo segurado para o conserto do carro é maior. Já na franquia básica, o valor do seguro aumenta um pouco, mas a franquia fica mais barata. E na franquia reduzida, como o próprio nome sugere, o valor pago pela franquia em caso de sinistro é bem mais baixo, mas o valor final do seguro é mais alto.

Veja a seguir o resultado da simulação dos preços para diferentes tipos de franquia feita com três seguradoras:

matéria

Qual franquia contratar?

Segundo Mauricio Antunes, diretor de marketing da Bidu, a franquia básica é a modalidade normalmente oferecida pelas seguradoras e a mais contratada, mas para saber qual tipo de franquia é melhor, o segurado deve avaliar o tipo de risco ao qual ele normalmente submete seu carro.

“No meu caso, por exemplo, eu me julgo muito prudente, raramente bato meu carro, nunca fui furtado, então eu opto pela franquia ampliada. Eu quero ter a proteção do seguro, mas quero pagar um pouquinho menos por ano”, diz Antunes.

Já segurados que costumam estacionar o carro na rua, dirigem bastante em estrada e gostam de alta velocidade, a franquia reduzida pode ser mais indicada, explica Antunes. “O valor de seguro é mais alto, mas se houver algum problema, a franquia terá um valor mais baixo”, completa.

Outro ponto a ser avaliado é a diferença de custos entre o seguro e a franquia de uma empresa e de outra. Conforme pode ser observado na tabela, os valores das franquias podem variar até 26% de uma seguradora para outra e o custo final do seguro tem variação de até 47%.

Antunes recomenda que o consumidor faça simulações para verificar qual seguradora oferece a melhor combinação entre o preço do seguro e o valor da franquia. Na Bidu é possível fazer esse tipo de cotação gratuitamente.

Notícias relacionadas


1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal:

1 comentário

    ANDRE GUSTAVO MENDES

    Você precisa estar logado para ler o comentário.