Notícias | 31 de agosto de 2005 | Fonte: Gazeta Mercantil

Unibanco, Itaú e Caixa melhoram lucratividade

Lucro da Unibanco cresceu 8%; o da Caixa, 20,2%; e o da Itaú Seguros evoluiu 9,6%. As principais seguradoras ligadas a bancos registraram melhora significativa na rentabilidade. Apesar disso, os principais executivos, que regular-mente divulgam os resultados semestrais e anuais, não concederam entrevista ontem para comentar os resultados obtidos no primeiro semestre deste ano, inclusive a Bradesco Seguros, que divulgou o balanço na segunda-feira.

O grupo Unibanco-AIG Seguros e Previdência registrou lucro líquido de R$ 159,5 milhões no primeiro semestre deste ano, 8% acima dos R$ 147,7 milhões do mesmo período anterior, segundo o balanço que combina as operações de todas as empresas do grupo. O resultado representou um retorno de 24,6% sobre o patrimônio líquido médio. A receita total do grupo somou R$ 2,2 bilhões, sendo R$ 1,66 bilhão com a venda de seguros (alta de 4,7%) e R$ 541 milhões em contribuições de previdência (queda de 9%).

Segundo o balanço da Unibanco AIG Seguros, o lucro líquido ajustado ficou em R$ 50 milhões, retirando R$ 59 milhões de equivalência patrimonial e R$ 46,4 milhões de equivalência extraordinária. As reservas técnicas atingiram R$ 6,4 bilhões, crescimento de 30,8%. O índice combinado (prêmios ganhos menos indenizações e custos administrativos e comerciais) publicado no balanço consolidado ficou em 99,2%, estável em relação ao mesmo período anterior.

A carteira de automóvel registrou prêmios ganhos de R$ 221 milhões, pouco abaixo dos R$ 226 milhões do mesmo período anterior. O grupo reduziu o índice de sinistralidade de 80% para 71,1%. A carteira de seguro de vida em grupo e prestamista registrou o segundo maior faturamento, com R$ 152 milhões, praticamente estável ao período anterior.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora sua conta e faça parte.

FAÇA PARTE AGORA FAZER LOGIN