Notícias | 17 de setembro de 2020 | Fonte: CQCS

TransUnion Brasil projeta tendências para o mercado de seguros

 
Os efeitos da pandemia global mudaram completamente as perspectivas dos mercados de seguros para 2020 e para mais algum tempo, obrigando o setor a revisar projeções e realizar ajustes. A avaliação é do Head da Vertical de Seguros para a TransUnion Brasil, Rafael Quintana, segundo o qual o momento é desafiador e com efeitos imediatos na vida das pessoas e empresas. “O setor de seguros vive em constante transformação. Seja pela demanda por novos produtos e serviços ou por mudanças no comportamento de risco dos consumidores. As seguradoras precisam se adaptar ao comportamento das atuais e novas gerações de consumidores quanto à diferenciação de risco por segmentação, aderência por linha de produtos e canais de contato para venda e pós-venda, além do combate à fraude”, alerta o executivo, em entrevista ao CQCS.
 
Segundo ele, um ponto positivo é o fato de o mercado de seguros estar cada vez mais preocupado “em abraçar a disrupção”. Nesse contexto, temas como IoT (Internet das coisas), Inteligência Artifical, Machine Learning e Blockchain são de interesse de todo o mercado. “As novas gerações demandam experiências diferentes, sofisiticação tecnológica e produtos e serviços personalizados”, acrescenta.
 
De acordo com Quintana, a TransUnion, que oferece soluções de informação e Insights de dados, está pronta para ajudar o mercado, exercendo um “papel de extrema relevância” na missão de garantir um ambiente de negócios mais seguro e confiável, ajudando tanto empresas quanto indivíduos a acessarem bens e serviços. “Este é, acima de tudo, o nosso propósito: usar a informação para o bem, ajudando a melhorar a qualidade de vida das pessoas”, observa.
 
Nesse contexto, a solução mais recente lançada pela TransUnion para a área de seguros foi o “Book 3D”, um catálogo de atributos desenvolvidos através de métodos sofisticados de analytics que fornecem uma visão complementar dos indivíduos, uma “nova dimensão” de informações e conhecimento sobre as pessoas (daí vem o nome “3D”).
 
Essa solução ajuda as seguradoras a identificarem clientes com perfis antes não considerados na análise tradicional, extrair novos insights sobre a visão de clientes, melhorar a segmentação da carteira de clientes, além de validar bases de dados por meio de filtros e critérios de seleção que permitem orientar ações de concessão de crédito com segmentações mais efetivas. “Através do nosso Book 3D as seguradoras são capazes de aprofundar o conhecimento sobre seus clientes e prospects, possibilitando maior precisão em precificação, aceitação de risco, ações de retenção e cross-sell de produtos compatíveis”, explica.
 
Quintana frisa que os dados hoje utilizados pelas seguradoras são comprovadamente úteis, porém limitados, pois não contemplam todas as informações sobre os clientes. Dessa forma, na medida em que se faz necessário ter maior precisão na avaliação dos riscos e precificação, torna-se vital o acesso a esta nova dimensão de dados, que ajuda a compreender melhor quem é esse cliente em questão.
 
Ele assinala ainda que a digitalização tem transformado a forma como os clientes se relacionam com as seguradoras. “Hoje, temos uma indústria impulsionada pelos dados. O Book 3D ajuda no desafio de conhecer melhor cada cliente, solicitando a ele menos declarações sobre si”, diz o executivo. 
 
Quanto aos diferenciais da empresa no atendimento às seguradoras, ele aponta que, na TransUnion, em vez da venda de produtos, o foco é direcionado para ajudar cada cliente a identificar e resolver seus diferentes problemas, resultando em um enorme impacto econômico com a viabilização do acesso a bens e serviços por seus consumidores, “que são os clientes de nossos clientes”.
 
UNIÃO
 
TransUnion Brasil é fruto da união, em 2012, da norte-americana TransUnion com duas das mais respeitadas empresas brasileiras de análise de informação e dados.
 
A empresa tem milhares de clientes nos segmentos de Seguros, Saúde, Serviços Financeiros, FinTechs, Varejo, Telecomunicações, Meios de Pagamento, E-commerce, Cobrança, SMB, entre outros.
 
TransUnion processa centenas de milhões de transações ao mês. Apenas em relação a fraudes, há um histórico de mais de sete bilhões de dispositivos identificados. “Estamos presentes em mais de 40 mil websites e aplicativos, com um total de 54 bilhões de transações protegidas”, finaliza Quintana.
 
Mais informações sobre a atuação da TransUnion no mercado de seguros podem ser obtidas diretamente no site https://www.transunion.com.br/industry/seguradoras

________________________________________________________________________________________________________________________________

Venha debater esse assunto no Bom Dia Seguro, o maior grupo no WhatsAPP exclusivo para Profissionais de Seguros de todo Brasil.

Realize o seu cadastro através do link e venha compartilhar conhecimento: https://www.cqcs.com.br/cadastre-se/

Caso você já seja cadastrado no CQCS, envie um Fale Conosco solicitando participar do grupo. Link: https://www.cqcs.com.br/fale-conosco/

FAÇA UM COMENTÁRIO

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora sua conta e faça parte.

FAÇA PARTE AGORA FAZER LOGIN