Notícias | 4 de junho de 2020 | Fonte: CQCS

Susep pretende deixar o regulador mais eficiente

Nesta quarta, dia 3, a Superintendência de Seguros Privados (Susep), realizou um webinar para explicar os planos para o sistema de rating da autarquia.  Solange Vieira, a superintendente, explicou que a Susep tem trabalhado com as diretrizes de eficiência do Ministério da Economia.

Vieira destacou que o objetivo do evento é mostrar o que a autarquia está pensando em fazer. “É um projeto em gestão e queremos colocar como vamos fazer. O objetivo é deixar o regulador mais eficiente, ajudar no processo de fiscalização que é buscar fazer com que o setor tenha segurança e credibilidade para melhorar o funcionamento”, disse.

Solange ressaltou ainda que a Susep tem buscado referência em países que já usam o sistema como Austrália, Inglaterra e Suíça. “Estamos trazendo para dentro da Susep e gostaríamos de discutir isso com vocês. É importante que participem porque é mais uma etapa do processo de transformação”, afirmou.

O sistema proporcionará à autarquia uma visão sobre a realidade das seguradoras supervisionadas, tendo acesso à situação financeira e comprovando a qualidade da governança e dos processos de gestão da empresa.

Participaram do webinar os coordenadores de áreas técnicas Carlos Queiroz, coordenador-geral de fiscalização prudencial (CGFIP); Coordenador Geral da Coordenação Geral de Monitoramento Prudencial, Roberto Seabras, coordenador-geral de monitoramento prudencial (CGMOP); Diogo Ornellas, coordenador-geral de grandes riscos e resseguros (CGRES); Eduardo Rente, coordenador geral de Supervisão de Seguros Massificados, Pessoas e Previdência (CGSUP) e Myrian Neves, coordenadora geral de supervisão consolidada (CGCON).

Os técnicos apresentaram como o rating está inserido na atual estrutura de cada coordenadoria. “Temos um quadro de atividade em que a regulação suporta a supervisão que  deve dar feedback para o processo de regulação para que ele possa ser aperfeiçoado ao longo do tempo”, explicou Carlos Queiroz ao falar da CGFIP.

Ele explicou que foi criada uma estrutura inserindo análise de governança prevenção e lavagem de dinheiro. Rente afirmou que a ideia é parte de conduta de massificados participar do projeto. “A área está organizada através de dados da relação do consumidor”.

Myrian disse que a proposta da Susep é conseguir ter uma avaliação abrangente da empresa. “Hoje, toda avaliação feita na Susep é individualizada e entendemos que tem vários CNPJs dentro de um grupo. O sistema de rating deve ser indutor de melhores práticas nas empresas supervisionadas”, explicou.

Ela disse ainda que as empresas com avaliação ruim serão notificadas e informadas que terão prazo para melhoria. “É comum que as empresas internamente tenham diretrizes do grupo”, compartilhou.

A coordenadora lembrou ainda que a autarquia pretende manter um canal aberto com as companhias para criar um sistema que atenda a todos.

____________________________________________________________________________________________________________

Participe do Bom Dia Seguro, o maior grupo no WhatsAPP exclusivo para Profissionais de Seguros de todo Brasil.

Realize o seu cadastro através do link e venha compartilhar conhecimento: https://www.cqcs.com.br/cadastre-se/

Caso você já seja cadastrado no CQCS, envie um Fale Conosco solicitando participar do grupo. Link: https://www.cqcs.com.br/fale-conosco/

FAÇA UM COMENTÁRIO

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora sua conta e faça parte.

FAÇA PARTE AGORA FAZER LOGIN