Seguro para seminovos e usados representa mais de 70% das cotações

28/02/2020 / FONTE: Seguro Gaúcho

20160316_165849_foto-texto

Dados foram extraídos do TEx Analytics.

A TEx realizou levantamento que apresenta maior procura por cotações de seguro para veículos seminovos e usados. Somente em janeiro foram realizadas mais de 386 mil cotações para veículos com idade entre 0 a 10 anos de uso, o que representa mais de 70% do total das cotações realizadas.

O estudo vai ao encontro dos números divulgados pela Fenauto (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores), que aponta aumento de 2,3% na comercialização de automóveis seminovos e usados em 2019 em relação ao ano anterior, um total de 9,4 milhões de automóveis negociados no ano passado. “Certamente o volume de comercialização de seminovos e usados contribui para uma maior procura por seguro auto neste início de ano”, explica Omar Ajame, CEO e fundador da TEx.

Dentre os seminovos mais cotados, de acordo com dados extraídos do TEx Analytics, estão os modelos Onix, HB20, Ka, Polo e Argo, Sandero e HR-V. “Os números são das 547.622 cotações realizadas dentro do Teleport no mês de janeiro de 2020. Atualmente a plataforma conta com mais de 10 mil usuários em mais de 500 corretoras em todo Brasil”, destaca o executivo.

Dos seminovos, entre 0 a 2 anos, os dois primeiros modelos mais cotados são Onix (8,36%) e HB20 (5,26%), que têm perfis médios de segurado bem distintos. “Interessante reparar que 44,2% das cotações, o perfil médio para o modelo da GM é homem e casado, sendo 15,9% entre 36 e 45 anos. Já o modelo da Hyundai conta com perfil médio do sexo feminino e casado, representando 31,6% das cotações, sendo 21,3% entre 26 e 45 anos” destaca Omar.

Realizando recorte para seminovos, com idade entre 3 e 5 anos, temos a inversão dos modelos citados acima. Em primeiro lugar figura o HB20 (5,52%) e Onix (5,48%) em segundo lugar nos mais cotados. “O que chama a atenção é em relação ao perfil médio de segurado, ambos contam com perfil médio do sexo masculino e casado. A diferença se dá apenas no volume de cotação, sendo HB20 com 35,4% das cotações (masculino e casado) e Onix com 41,8% (masculino e casado)“, revela o executivo.

Tags: ,

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: