Seguro de Vida: Advogado esclarece se há indenização em caso de suicídio

08/07/2019 / FONTE: CQCS | Ivan Netto

seguro-vida-cobertura

Em entrevista ao Seguro Gaúcho, o advogado Lúcio Rocca Bragança, do escritório Agrifoglio Vianna, falou sobre um tema delicado e sempre polêmico: o direito à indenização para beneficiários de seguro de vida em casos de suicídio. De acordo com o especialista, é importante entender os detalhes de cada ocasião, mas há, sim, uma regra definida para resolver a questão.

“O Código Civil Brasileiro estabelece um marco objetivo para resolver essa questão, que é o tempo: dois anos da contratação. Se o suicídio acontece nos primeiros dois anos da contratação, o segurado não tem direito à indenização. Agora, se for depois de dois anos, o beneficiário recebe, sim. A seguradora é obrigado a cobrir esse risco”, esclarecer Bragança, que ainda destaca: “Essa regra existe para evitar que aconteça o suicídio premeditado”.

Confira a entrevista em 

Tags:

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: