Projetando o futuro: Corretor aplica tecnologia usada por grandes seguradoras

04/02/2019 / FONTE: CQCS | Ivan Netto

1_cx1QVLhlgcTQZ62YTP7vNQ

Se os grandes podem, por que os pequenos não? A provocação é do corretor de seguros Delio Reis, da Cia do Seguro, de Salvador, Bahia. O empreendedor se refere ao uso de inteligência artificial, machine learning ou big data para melhorar a experiência do cliente e acelerar os procedimentos internos.

No ano passado, após participar do CQCS Insurtech & Inovação, ele contratou um serviço de chatbot (programa de computador que faz o que é programado, simulando uma conversa humana em um chat). Dessa forma, conseguiu automatizar tarefas repetitivas e burocráticas, como dúvidas frequentes, na forma de diálogo pré-definido entre o usuário e um “robô”.

“Olhamos para frente e percebemos que, se não nos próximos dois anos, com certeza essa mudança será um item básico nos próximos dez anos – e resolvemos agir para não ficar para trás. Os últimos meses têm sido de muito aprendizado, para nós e para TAI. Mas temos a confiança de que tomar decisões para atender melhor nossos clientes é sempre um bom investimento”, afirma.

Ele explica, no entanto, que trata-se de uma jornada complexa, de constante aprendizado, mas define a inovação como “um processo lindo”.  

“Você se sente pisando no futuro. E não é porque a gente é pequeno que não podemos utilizar as mesmas ferramentas que os grandes usam”, ensina.

Tags: , ,

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: