Portabilidade elevada acirra disputa na previdência

27/08/2019 / FONTE: Valor via Sindseg SP

The logo of Brazil's social security institution is seen outside an office in Rio de Janeiro, Brazil on February 19, 2019. - Brazil expects to save more than $300 billion over 10 years through a bill presented to Congress Wednesday that aims to overhaul the country's unsustainable pension system, the government said. Bolsonaro personally delivered the much-anticipated text to Congress, where he was jeered and booed by leftist deputies in the opposition. (Photo by CARL DE SOUZA / AFP)

Portabilidade elevada acirra disputa na previdência – Valor via Sindseg SP

Icatu, Safra e Itaú são os que mais têm se beneficiado dessa regra

O Valor Econômico destaca que, com a expectativa de retomada de um novo ciclo de crescimento econômico a partir de 2020 e a possível vigência de novos regimes tributário e de aposentadoria social, a disputa no mercado de previdência tem se intensificado.

De um lado, novos gestores e seguradoras entrando em uma indústria altamente concentrada na mão de grandes bancos de varejo. E de outro, uma abordagem mais agressiva das instituições financeiras para conquistar clientes, ainda mais quando a regra da portabilidade permite que o investidor migre de uma casa para outra sem ter que pagar impostos.

Segundo o ranking de portabilidade da Superintendência de Seguros Privados (Susep), Icatu, Safra e Itaú são os que mais têm se beneficiado dessa regra. Os três juntos capturaram de janeiro a maio R$ 8,43 bilhões da concorrência. No mesmo período, perderam R$ 2,8 bilhões.

Quem mais contribuiu para a vantagem do saldo foi o Grupo Icatu que sozinho carregou líquidos R$ 3,74 bilhões, com a entrada de R$ 4,29 bilhões e a saída de R$ 547 milhões. Enquanto atraiu para dentro de casa 21.172 novos investidores, a seguradora deixou 2.450 escaparem. Se somado o mês de junho nessa conta, a Icatu fechou o semestre com R$ 4,5 bilhões em captação líquida (saldo que considera ainda novas contribuições e resgates, além da portabilidade), uma alta de 132% sobre mesmo período de 2018, e um total de reservas de R$ 32 bilhões.

“A previsão é manter este ritmo no segundo semestre e fechar o ano com R$ 10 bilhões em captação líquida”, aposta Luciano Snel, presidente do Grupo Icatu Seguros. A seguradora atribui o resultado à aplicação de uma série de ações que se intensificaram do fim do ano passado para cá e que vão da ampliação do portfólio de fundos (270) e gestores parceiros (82) ao aumento dos canais de distribuição, incluindo a previdência como um produto de investimento. “Investimos também na melhoria dos serviços ao corretor e ao cliente final, remodelando todo o nosso site e gerando mais facilidade tanto para os distribuidores quanto para o investidor.”

Tags:

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: