Notícias | 6 de abril de 2004 | Fonte: Gazeta Mercantil

Petrobras escolhe três corretores de resseguros

A Petrobras divulgou ontem o resultado da licitação, coordenada pela Bear Insurance Company Ltd., seguradora cativa do grupo, sediada em Bermuda, para a escolha dos corretores de resseguro encarregados da colocação de 25% do risco facultativo das apólices domésticas de “property”. Os outros 75% ficam a critério de escolha do IRB-Brasil Re, responsável pelas operações de resseguro no Brasil.

Segundo nota divulgada pela Petrobras, diante das propostas apresentadas, três dos quatro corretores convidados foram escolhidos, com exceção da JLT Jardine. A Guy Carpenter, do grupo Marsh, maior do mundo em seguro, ficou responsável pelos ramos de Property e Cargo (Ocean Marine). O grupo Aon, segundo maior do mundo, pelos ramos de Responsabilidade Civil e de Controle de Preço. E a Willis, terceira maior do mundo, pelos ramos de Marine Liability e Property doméstico.

A expectativa é de que elas apresentem a taxa até o final do mês, para que a Petrobras inicie concorrência para a contratação da seguradora brasileira que será responsável pela apólice no Brasil. Trata-se do maior contrato do Brasil, com cobertura para refinarias, terminais, plataformas e outras instalações, avaliados em US$ 21 bilhões. Em 2003, segundo números oficiais, a Petrobras pagou US$ 27 milhões pelo seguro.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora sua conta e faça parte.

FAÇA PARTE AGORA FAZER LOGIN