Pesquisa indica concentração e concorrência acirrada no ramo saúde

08/07/2003 / FONTE: CQCS - Centro de Qualificação do Corretor de Seguros


Pesquisa realizada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) indica o acirramento da concorrência no ramo saúde. Apontou também um acentuado nível de concentração na carteira: apenas duas seguradoras responderam por 78,8% da receita de prêmios acumulada de janeiro a maio, da ordem de R$ 2,7 bilhões.
De acordo com o levantamento, desse total, 40,2% foram gerados pela Sul América e 38,6% pela Bradesco. Terceira colocada nesse ranking, a Porto Seguro teve uma participação de 5,3% do faturamento global na carteira.
Em relação ao desempenho do setor nos cinco primeiros meses do ano passado houve um incremento de 28,9%.
A pesquisa da ANS indica também que São Paulo respondeu por 54,9% do faturamento apurado na carteira de janeiro a maio. O Rio de Janeiro gerou 20,8% da receita e a Bahia ficou em terceiro, com 6,4%. Minas Gerais, que é o terceiro maior mercado do país, ficou apenas na sexta posição do ramo saúde, com uma fatia de 3,04%, sendo superado também pelo Distrito Federal (4,3%) e Pernambuco (4,1%).

Notícias relacionadas


1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: