Morre ex-presidente do Bradesco, Lázaro de Mello Brandão

16/10/2019 / FONTE: Revista Apólice

(FOTO: Germano Luders/EXAME/Dedoc) Lázaro de Mello Brandão

Falecido aos 93 anos de idade, Brandão foi responsável por consolidar a empresa como o maior banco privado do Brasil. Ainda não há informações sobre a morte do executivo

Lázaro de Mello Brandão faleceu nessa quarta-feira, 16 de outubro, aos 93 anos de idade. Brandão foi economista, administrador de empresas e banqueiro brasileiro e atuou nos mais altos cargos no Banco Bradesco S.A. Em janeiro de 1963, foi eleito diretor da organização e em setembro de 1977, vice presidente. Em janeiro de 1981 assumiu a posição de presidente do banco, sucedendo Amador Aguiar.

No ano de 1990, o economista também acumulou a função de presidente do Conselho de Administração. Já em 1999, o executivo decidiu deixar sua posição como presidente da empresa, tendo como substituto Márcio Artur Laurelli Cypriano, mas mantendo seu cargo no Conselho. Sob seu comando, o Bradesco se consolidou como o maior banco privado do Brasil, posição que perdeu em 2008 após a fusão do Itaú e Unibanco. Natural de Itápolis (SP), Brandão começou como escriturário na Casa Bancária Irmãos Almeida, em 1942. Logo após um ano no cargo, a instituição foi comprada pelo Bradesco.

Ainda não há informações sobre a causa da morte ou onde o corpo será velado e enterrado. O banqueiro deixa a mulher, duas filhas e um neto. Em nota, o governador de São Paulo, João Doria, afirma que “o Brasil perde um empreendedor nato, um otimista e um homem que sempre acreditou no seu povo e no seu País”.

(FOTO: Germano Luders/EXAME/Dedoc) Lázaro de Mello Brandão

Tags: ,

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: