Mais de 57 mil indenizações pagas no primeiro bimestre de 2020

20/04/2020 / FONTE: Seguradora Líder

materia_02_132

Em janeiro e fevereiro de 2020, foram pagas 57.351 indenizações do Seguro DPVAT em todo território brasileiro. O resultado representa um aumento de 10% na comparação com o mesmo período do ano anterior e reforça a importância e relevância do benefício para as vítimas de acidentes de trânsito e seus beneficiários. Os pagamentos para a cobertura de invalidez permanente representaram cerca de 65,9% do total de pagamentos, com 37.787 casos. Os reembolsos por despesas médicas (DAMS) chegaram a 13.537 benefícios concedidos, enquanto as indenizações por morte 6.027.

Em relação ao perfil das vítimas, durante os meses de janeiro e fevereiro deste ano, os motoristas representaram mais de 60% das indenizações, com 34.319 benefícios pagos. Em seguida, os pedestres aparecem com 15.788 pagamentos e, por último, os passageiros, com 7.244 indenizações pagas. As principais vítimas no primeiro bimestre do ano foram os jovens, entre 18 e 34 anos que, juntos, receberam mais de 26.520 indenizações. Destes, quase 68% adquiriram alguma sequela permanente.

Quando observado o tipo de veículo, os acidentes envolvendo motocicletas seguem como a maior parte das ocorrências indenizadas pelo Seguro DPVAT (79%), ultrapassando o número de 45 mil indenizações. Em relação ao mesmo período do ano anterior, o número é 13% maior. Os motoristas da categoria receberam mais de 54% dos pagamentos de 2020, com 30.845 benefícios pagos.

______________________________________________________________________________________________________________________________________________

Participe do Bom Dia Seguro, o maior grupo no WhatsAPP exclusivo para Profissionais de Seguros de todo Brasil.

Realize o seu cadastro através do link e venha compartilhar conhecimento: https://www.cqcs.com.br/cadastre-se/

Caso você já seja cadastrado no CQCS, envie um Fale Conosco solicitando participar do grupo. Link: https://www.cqcs.com.br/fale-conosco/

Tags:

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: