Maior evento de inovação em seguros do mundo, ITC fecha com chave de ouro seu último dia de palestras

04/10/2018 / FONTE: Pauta Vip

WhatsApp Image 2018-10-04 at 14.19.56

O último dia do InsureTech Connect (ITC) foi recheado de atrações e fechou com chave de ouro a edição de 2018. O dia começou com uma apresentação da Lemonade, considerada o ícone das insurtechs no mundo. Especializada em seguros residências e seguro aluguel, ela vem modificando de forma radical o modelo tradicional de negócio de uma seguradora típica. “Para criar uma companhia de seguros sem conflitos, a indústria precisa repensar o modelo de negócio do seguro. Para torná-lo ainda mais transparente, você tem que escavar o documento principal: a apólice de seguros precisa ser simples, acessível, relevante e digital”.

Depois foi a vez de Tony Kuczinski, Ceo & President, Munich Reinsurance America, abordar a mudança da natureza do risco. De acordo com ele, os quatro elementos da natureza – água, terra, fogo e ar – são os riscos que a indústria de seguros sempre cobriu. Porém, o setor está em um período de mudança impulsionado pelas mesmas forças disruptivas que já transformaram muitas outras indústrias. “Concomitantemente, a própria natureza do risco está mudando, juntamente com as ferramentas que usamos para avaliar, gerenciar e mitigá-lo. Expandir os limites da segurabilidade. Isso nos levará a adotar novos modelos de negócios que são mais dependentes de dados, focados no cliente e orientados a serviços”, afirmou o executivo.

Uma das palestras mais aguardadas do dia foi de Inga Beale, CEO do Lloyds of London. Ela apresentou os desafios de como uma empresa tão tradicional e antiga pode gerar inovação: reter os melhores talentos, mentoria reversa, digitalização. “Há uma série de soluções tecnológicas avançadas envolvendo análise de dados e inteligência artificial que permitem uma melhor compreensão e previsibilidade do risco. Ao criar um Lloyd’s Innovation Lab, projetado para atrair talentos criativos de todo o mundo para trabalhar em parceria com os negócios do Lloyd e a Corporação, podemos garantir que o mercado continue a inovar à medida que o mundo avança em um futuro cada vez mais digital”.

Depois foi a vez de Dan Ariely professor de psicologia e economia comportamental, fazer reflexões e elementos de confiança, especificamente sobre a maneira como as organizações podem interagir com os indivíduos para construir confiança. Ariely falou sobre como os humanos tendem a confiar uns nos outros. “Mas funciona da mesma maneira quando se trata de organizações confiáveis? Uma comunidade de confiança é necessária para sobreviver. É nisso que a confiança é baseada”, ensinou.

Tags: ,

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: