Licença Parental: Em respeito à diversidade de gênero, Zurich concede benefícios a colaboradores

14/02/2019 / FONTE: CQCS I Yan Passos

850_400_107920-family_1543227113

Em respeito à diversidade de gênero, a Zurich, maior seguradora global com mais de 70 anos de atuação no mercado brasileiro, decidiu que todos os colaboradores terão direito à Licença Parental após ter filho.

Com a novidade, foram definidas normas para casais homoafetivos; aumentou o prazo de licença para pais, que tenham filho biológico, seguida de ausência de parceira (60 dias, sendo 40 patrocinados pela companhia – podendo usufruir de até 180 dias, conforme a legislação em vigor). Pais adotantes, independente da orientação sexual, também tiveram o prazo estendido para 60 dias, com os mesmos benefícios de pais biológicos.

Para casais homoafetivos, a licença é concedida apenas a um. Caso os dois sejam colaboradores da Zurich, um recebe a licença de 180 dias e o outro, de 20. Se apenas um for funcionário, deve comprovar que o cônjuge não recebe o benefício para que a licença seja de 180 dias.

“Esta mudança está alinhada com a nossa declaração de propósito de valores. A Zurich vem se destacando por meio de suas políticas de inclusão e diversidade, sendo a única seguradora no mundo a integrar a rede Stonewall’s Top Global Employers, organização de direitos humanos que advoga em favor da causa LGBT+. Além disso, recentemente fomos reconhecidos globalmente pela Revista Forbes e pela Bloomberg como uma das empresas que mais promove oportunidades de equidade no mundo”, explica o Diretor de RH da Zurich, Carlos Toledo.

Tags:

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: