Jonathan Kalman: o mercado de seguros precisa se reinventar

13/06/2019 / FONTE: CQCS | Sueli Santos

IMG_9913

Jonathan Kalman, fundador da EOS Venture Capital, foi o primeiro palestrante do CQCS Insrtech & Inovação e realizou sua apresentação na plenaria principal que recebeu o nome de Caribou Honing, cherman do Insurtech Connect. Em sua palestra, o executivo foi enfático: “O mercado de seguros está mudando”.

Metamorfose. Foi a assim que Jonathan Kalman, fundador da EOS, definiu o momento do mercado segurador. Kalman disse que são diversos fatores que estão levando a transformação que acontece no mercado de seguros. “A tecnologia está criando uma mudança inédita que vai impactar o mercado e ela e inevitável. Em dez anos essa indústria terá se reinventado”, sentenciou.

Ele revelou que ao longo dos últimos anos, só nos Estados Unidos, foram investidos 3 milhões de dólares em empresas de tecnologia cujo propósito é transformar a indústria de seguros. “São centenas de empresas que estão sendo financiadas porque estão tentando transformar o setor e levá-la um passo adiante”, ressaltou.

Kalman ressaltou que não são apenas startups. “Essa é uma transformação fundamental que terá um impacto em todo o mercado. Na América Latina isso também é visível. É importante perceber que essas empresas tentam resolver problemas e criar competitividade”, afirmou. Ele disse investir em software há 20 anos. “Garanto que quase nenhuma das empresas têm ideias radicais. Eles estão simplesmente levando as ideias para o mercado de seguros”.

Ele destacou que muitos custos de tecnologia estão caindo e isso ajuda na transformação do setor a medida que permite que mais pessoas tenham acesso. “A tecnologia consegue baixar o custo. Quando o custo baixa, aí é que coisas incríveis acontecem”, ressaltou.

Um dos grandes méritos da tecnologia é encontrar soluções para fazer de forma diferente as tarefas do cotidiano. Quando o seu custo cai, ela passa a ser adotada por um número maior de corporações e empresas. Kalman disse que uma das coisas que se percebe é a possibilidade de  ajudar uma empresa dando a tecnologia de graça. “Eliminando os custos de venda, você consegue dados mais rápidos. Como investidor, estamos ajudando uma empresa de risco em apostas de esportes, e uma coisa que estamos fazendo é liberar o software para escolas porque assim poderemos estar em diversos lugares”, explica.

Ele disse ainda que deve acontecer uma grande mudança para os corretores. “Alguns devem continuar outros devem sair. Os corretores serão mais eficientes e rentáveis já que não será necessário tantos corretores”, profetizou.

Kalman disse ainda que os computadores têm um desempenho melhor que os humanos em diversas tarefas. “A robótica começa a crescer muito. A subscrição vai mudar assim como o mundo dos sinistros. Quando começarmos a ter câmeras nos carros, a quantidade de fraudes vai diminuir”, comparou.

Notícias relacionadas


1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: