João Elísio combate monopólios estatais no Seminário do JB

28/08/2003 / FONTE: Fenaseg


O presidente da Fenaseg, João Elisio Ferraz de Campos, disse hoje, durante palestra no Seminário de Seguros e Previdência, promovido pelo Jornal do Brasil e pela Revista Forbes Brasil, no Rio de Janeiro, que a reestatização do Seguro de Acidentes do Trabalho é revoltante, porque traz de volta um monopólio estatal que já havia acabado. “Vamos continuar lutando pela flexbilização desse seguro, que a Reforma da Previdência reestatizou. É obvio que as seguradoras querem participar desse mercado. Mas os maiores beneficiários, quando isso acontecer, serão os trabalhadores, que terão prevenção e cobertura melhor “, complementou. A quebra do monopólio do resseguro é outra bandeira do mercado. “Ninguém vai me convencer que um modelo criado há 60 anos, o do IRB-Brasil Re, continue adequado à realidade atual do mercado brasileiro. Como o problema é técnico e não político, acredito que haverá um momento em que o Governo irá perceber que deve privatizar o órgão ressegurador”, ponderou. Ao falar sobre o desempenho do mercado segurador, João Elisio observou que é difícil encontrar um segmento que aplique tanto em títulos público como o de seguros, e que, por isso, seja um grande investidor institucional.

Notícias relacionadas


1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: