Grandes inovações são apresentadas no CQCS Insurtech & Inovação 2019

14/06/2019 / FONTE: CQCS

IMG_9773-1

Em matéria publicada no Valor Econômico informa que A Ciclic, que tem como acionistas BB Seguros e Principal Finance Group, tem avançado nas inovações. Depois de inaugurar a contratação de previdência privada com cartão de crédito, em maio, a plataforma lança hoje um aplicativo que pretende ser a primeira “digital insurance wallet”, ou carteira digital de seguros do mercado brasileiro.

Segundo o CEO da Ciclic, Raphael Swierczynski, trata-se de uma carteira virtual que vai permitir ao usuário concentrar todas as informações de seus seguros no smartphone. Por meio da ferramenta, as pessoas poderão ter acessos a coberturas, garantias, prazos, valores de indenizações e serviços prestados pelas apólices contratadas de qualquer ramo, seja auto, residencial ou vida.

De acordo com o Valor, o download e uso da ferramenta móvel será totalmente gratuito. “Queremos com a iniciativa reforçar a confiança na marca e melhorar a experiência do usuário”, aponta o executivo. A Ciclic também vai se beneficiar dos dados gerados pelo app para modelar novos produtos e manter o passo das inovações.

Conforme Swierczynski, a entrada de dados também foi semi-automatizada. Os usuários não vão precisar entrar manualmente com as informações. “Um robô que nós desenvolvemos vai fazer isso automaticamente, mas a pessoa terá de nos enviar os e-mails ou os PDFs que contêm os detalhes das coberturas”, explica. Segundo o executivo, o sistema da insurtech .

Hub de inovação

O Valor Econômico também informa que o Centro de Qualificação do Corretor de Seguros (CQCS), plataforma de negócios do mercado de seguros e organizadora do congresso de Insurtech & Inovação, anunciou o lançamento, durante o evento, do projeto do SegLab. Segundo o CEO do CQCS, Gustavo Doria, trata-se de um “hub”, ou seja, um espaço físico para acelerar o processo de inovação e transformação

Conforme Doria, o SegLab se trata de um edifício projetado especificamente para acolher seguradoras, resseguradoras, grupos de corretagem e insurtechs, localizado em São Paulo. Será um espaço neutro, sem ligação com marcas específicas, mas a premissa de “juntar os principais players do mercado e as insurtechs”.

O SegLab segue um padrão parecido com centros de inovação mantidos por grandes instituições financeiras, como o Cubo, patrocinado pelo Itaú, e o InovaBra, do Bradesco. “Queremos funcionar como espaço de co-working, trazendo as insurtechs inovadoras para o mesmo local em que possam colaborar, mas também, ao mesmo tempo, teremos uma aceleradora e far faremos parceria com outras aceleradoras e investidores”, acrescenta Doria ao Valor.

Tags:

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: