Muitos dizem que sou apenas mais um a tentar. Eu digo que sou menos um a desistir. Diego Marchi

notícias

Fenacor lança segunda edição do Prêmio Nacional de Jornalismo em Seguros

11/08/2017 / Fonte: CQCS | Sueli Santos

IMG_0099Na manhã de quinta-feira, dia 10 de agosto, o presidente da Fenacor, Armando Vergílio, participou, em São Paulo, do lançamento da segunda edição do Prêmio Nacional de Jornalismo em Seguros.   

Além de VergÍlio, estiveram presentes no lançamento o presidente do Sincor-SP, Alexandre Camillo, o presidente da Escola Nacional de Seguros, Robert Bittar e  Gabriel Oliven, da Lupa Comunicação. Camillo destacou o papel da imprensa que leva à sociedade a informação e esclarecimentos sobre o mercado de seguros.

O presidente da Fenacor disse que o prêmio é uma forma de reconhecer o trabalho dos profissionais de comunicação e também de estimular os jornalistas para que eles se interessem pelas questões que envolvem o setor a fim de que isso chegue de forma didática a população.

Organizado pela Fenacor, com o apoio da Escola Nacional de Seguros e da CNseg, o “Prêmio Nacional de Jornalismo em Seguros – 2017” tem como foco estimular iniciativas que promovam a conscientização a respeito de oportunidades e benefícios envolvidos na contratação do seguro. Os trabalhos devem auxiliar a sociedade a compreender os impactos econômicos e sociais do mercado  de seguros – tanto para a economia quanto para o cidadão –, de modo a fomentar o seu desenvolvimento. Serão reconhecidas as 36 melhores reportagens em seis categorias com prêmios de R$ 30 mil (1º colocado), R$ 10 mil (2º) e R$ 5 mil (3º).

Robert Bittar reforçou a ideia de que o prêmio quer valorizar a informação levada à sociedade e, para isso, quer “estimular matérias elucidativas da instituição de seguros”. Bittar colocou a Escola Nacional de Seguros à disposição dos jornalistas para o fornecimento de dados para as matérias a serem produzidas.

Troféu “Camilo Marina”. Além da premiação financeira, o vencedor da categoria especial “Corretor de Seguros”, do Prêmio Nacional de Jornalismo em Seguros, receberá o troféu “Camilo Marina”, em homenagem ao ex-vice-presidente da Generali Brasil, que foi uma das maiores lideranças do mercado.

Gabriel Oliven, da Lupa comunicação, empresa responsável pelo desenvolvimento do prêmio destacou que o Prêmio Nacional de Jornalismo em Seguros oferece um total de 270 mil reais em prêmios e cobre uma ampla gama de setores já que todos os ramos de seguros podem ser alvo de matérias. Ele destacou que em 2016 o setor de seguros devolveu parar a sociedade brasileira 259 bilhões de reais ” seja no pagamento de indenizações, benefícios, resgates ou remunerações em planos de previdência, sorteios de títulos de capitalização”, disse.

Os vencedores serão escolhidos por uma comissão julgadora que faz a pré-seleção dos 18 finalistas e também escolhem os vencedores. A comissão é formada por jornalistas, membros da Fenacor, da CNSeg e também da Escola Nacional de Seguros. “As matérias são lidas e recebem uma nota. As mais altas vão para a final e escolhidas por uma comissão. A única exceção é da categoria dos corretores que é feita pela votação dos corretores e pela comissão avaliadora”, detalhou Oliven. A entrega do prêmio acontecerá no dia 29 de novembro no Museu do Amanhã.

Clique aqui e confira as fotos do evento.

 


  • listagem

Atenção:

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário sobre esse vídeo. Se ainda não fez o seu cadatro, por favor, clique na área "Entre", no topo da página. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal:


nenhum comentário