Em Live, Roberto Santos comenta os resultados da Porto Seguro no primeiro semestre

12/08/2020 / FONTE: CQCS | Sueli Santos

Roberto Santos
Roberto Santos, presidente da Porto Seguro, participou da live no perfil @corretoréprasempre. Ele conversou com o vice-presidente Comercial e Marketing, Rivaldo Leite, sobre os resultados da companhia no primeiro semestre.

“Tivemos um semestre muito atípico e nada mais justo do que dividir com os corretores um pouco do que foi o primeiro semestre”, afirmou.
Santos disse que a companhia conseguiu um resultado bem diferente depois da incerteza de quando começou o isolamento social. Rivaldo Leite contou que julho foi o mês que a Porto Seguro mais pagou no Superauto. “Recorde de valores e corretores inscritos”, disse.

Sobre os resultados obtidos no primeiro semestre, Roberto Santos ressaltou seu cuidado com a questão da  eficiência. “Sempre foi uma característica das minhas gestões. Esse semestre não diferente dos outros anos, conseguimos redução de despesas operacionais. E não estamos falando de demissão. É de fazer as coisas de forma mais simples e baratas”, pontuou.

Ele disse que ainda pode ser feito muita coisa para que a companhia “fique mais leve”. Santos lembrou que a Porto Seguro vinha bem até fevereiro. “Aí o mercado inteiro levou um susto quando chegou o isolamento social. Entramos no isolamento com muita incerteza”, disse.

Santos explicou que nesse momento algumas decisões adotadas deram muito certo. Ele destacou  a venda de títulos indexados à inflação. “Percebemos uma oportunidade de vender esses títulos e isso contribuiu para o lucro do semestre”, explicou.

Outro fator importante, segundo o executivo foi a queda na taxa Selic que obrigou a companhia ficar mais exposta a riscos para ter bons resultados. “Na parte de renda variável  tivemos mais exposição a riscos. Foi uma decisão acertada e conseguimos 400 milhões de lucro financeiro no segundo trimestre”, disse.

Sobre as ações da Porto Seguro  (PSSA3) na B3, ele disse que no início da pandemia, assim como a de outras empresas sofreram bastante. “Mas ao longo do período vem se recuperando. Acho que tem espaço para crescimento. A empresa tem fundamentos sólidos”, pontuou.

Sobre o impacto do covid na carteira de seguro de vida, Roberto Santos disse que a Porto Seguro foi a primeira companhia que decidiu pagar.
“Fizemos várias simulações para saber qual o impacto na carteira. Adotamos, na ocasião, a experiência do que aconteceu na Itália e na Espanha. Fizemos cenários otimistas e pessimistas”, disse.

Ele revelou que até o momento, a Porto Seguro teve 800 sinistros de seguro de vida pagos por covid. “Acreditamos que o pior já passou e chegamos perto do cenário otimista. A sinistralidade do vida subiu 3 pontos apenas”, revelou.

Respondendo uma pergunta de um dos corretores que acompanhavam a live, Roberto Santos disse que a Porto Seguro pretende ter uma conta digital não um banco. “A Porto tem três pilares de negócios: seguros, investimentos e prestação de serviços e todo um ecossistema enorme e faz sentido ter uma conta digital que deve acontecer até o fim do ano”, revelou.

Sobre a volta do trabalho presencial, o executivo disse que em primeiro lugar está a segurança das pessoas. “Não faz sentido apressarmos o retorno. Estamos monitorando, olhamos indicadores (média móvel de mortes por município)”, disse

Ele revelou que existe a possibilidade dos colaboradores voltarem ao trabalho presencial em setembro, mas não é uma decisão definitiva.
“Uma  parte que nos preocupa é o transporte. Dentro da companhia conseguimos controlar e oferecer segurança, mas a locomoção é o problema”, apontou.

Roberto Santos alertou que uma grande oportunidade de negócios para o corretor de seguros é indicar clientes para o Porto Seguro Investimentos. “O corretor recebe por essa indicação. A Porto Seguro Investimento é referência em renda fixa e ganha prêmio do mercado todos os anos”, disse.

Ele também falou sobre seguro saúde. “O setor foi impactado pela covid, mas, ao mesmo tempo, houve cancelamento das cirurgias eletivas que foram suspensas e isso trouxe equilíbrio na sinistralidade”.

O executivo explicou que a alta nas taxas de desemprego ainda não afetou o seguro saúde. “Achamos que desemprego vai ser mais forte no fim do ano já que muitas empresas ainda estão evitando fazer demissões e outras, mesmo que tenham demitido, costumam estender o benefício por alguns meses”, justificou. Ele disse que no primeiro semestre, a carteira registrou crescimento de 16,1%

Uma carteira que apresentou problemas com o isolamento mas já está em recuperação é o seguro fiança. “De todos os produtos foi o mais impactado. Em abril maio, não houve novos aluguéis e, do outro lado, muitas pessoas sem conseguir pagar. Em junho, reação, em julho receitas chegando ao patamar normal e sinistros caindo, fiquei surpreso com a recuperação”, destacou.

Sobre o seguro auto, Roberto Santos lembrou que o primeiro trimestre foi complicado. “Alterações que fizemos no fim de 2019 trouxeram resultado no segundo tri. No fim de março, fomos a primeira seguradora a congelar o valor das renovações. A venda de veículos desabou, mas percebemos em junho, uma volta dos negócios”, sinalizou. Ele disse ainda que as cotações já voltaram ao nível antes da pandemia.

Santos adiantou também que o seguro auto  da Porto Seguro deve passar algumas transformações para o corretor. “A ideia é tirar o peso da tarefa. O corretor precisa ser mais eficiente e ele não pode perder tempo. Colocamos inteligência artificial no processo. Estamos conseguindo informações sem precisar ter o contato com ele. Vai ser uma revolução no mercado. Está previsto para entrar no ar em setembro”, esclareceu.
Rivaldo disse que já está passando por teste piloto e em seguida vai ser liberado para todo o país.

“É um pedido dos corretores. Vamos trabalhar como todas as companhias. Sofremos quando veio o multicálculo porque éramos a única companhia diferente”, disse Santos.

Sobre o futuro da carteira auto, Santos destacou que antes se falava que o seguro de auto iria acabar entre outros motivos pelo comportamento do consumidor, mas ele disse que a pandemia parece que vai mudar isso. “Vemos em alguns países que foram afetados pela pandemia,  aumento na venda de veículos, especificamente no Brasil, temos problema sério no transporte coletivo”.

Para o executivo o seguro intermitente não é uma ameaça. “Sinceramente não acho que brasileiro tenha cultura para isso ainda e, por telemetria, também temos problema de conexão. Temos acompanhado esse cenário de perto, mas pelo que temos monitorado, os modelos existentes registram altos índices de cancelamento, entre 70 e 80%”, pontuou.

Na ocasião o presidente da Porto Seguro também criticou a Resolução 382. “Acho que estamos chegando ao fim da novela. O mercado estava caminhando pra colocar a informação na proposta e a Fenacor sugeriu colocar uma frase no momento da transmissão da proposta”, revelou.

Ele lembrou que a proposta da resolução 382 é porque a Susep acredita que colocar na proposta a comissão do corretor ajudaria o seguro ficar mais barato. “Isso não é verdade. O seguro não vai ficar mais barato e venda direta também não gera prêmio mais barato”, afirmou. Ele lembrou que, no fim, a autarquia soltou uma circular que o corretor tem que colocar a informação, mas não diz como.

Diante disso, o executivo explicou que as seguradoras estão combinando colocar uma frase indicando que o corretor cumpriu a resolução 382. “Não é bom, vai gerar custo para todo mundo. Não vai vender mais por causa disso”, ressaltou. E completou: “Se eu fosse corretor colocaria comissão bruta, custos de geração de lead, comissão. Corretor tem despesa, tem custos”, disse.

No fim da live, o vice-presidente comercial Rivaldo Leite disse que a venda de consórcio na semana especial foi um sucesso. “Foram quase 6 mil cotas vendidas, mais de 2 mil corretores pontuaram. Mais de mil corretores que nunca tinham vendido consórcio venderam. Conseguimos superar as metas”, revelou.

__________________________________________________________________________________________________________________

Participe do Bom Dia Seguro, o maior grupo no WhatsAPP exclusivo para Profissionais de Seguros de todo Brasil.

Realize o seu cadastro através do link e venha compartilhar conhecimento: https://www.cqcs.com.br/cadastre-se/

Caso você já seja cadastrado no CQCS, envie um Fale Conosco solicitando participar do grupo. Link: https://www.cqcs.com.br/fale-conosco/

Tags: ,

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: