DPVAT: quase 70% das indenizações pagas em 2018 foram por invalidez permanente

10/04/2019 / FONTE: CQCS

invalidez

O Relatório Anual 2018 divulgado pela Seguradora Líder mostra um dado estarrecedor da violência no trânsito brasileiro: em, 2018, das mais de 320 mil indenizações pagas pelo Seguro DPVAT, quase 70% foram para vítimas de acidentes de trânsito que adquiriam algum tipo de invalidez permanente. De acordo com os dados da seguradora, foram mais de 228 mil ocorrências nessa cobertura.

Outra constatação relevante foi que a motocicleta continua sendo o veículo envolvido no maior número de acidentes com vítimas no trânsito. No ano passado, embora representem apenas 27% da frota nacional, as motocicletas foram responsáveis por cerca de 75% das indenizações pagas pelo DPVAT, com aproximadamente 246 mil benefícios concedidos.

No documento, pela primeira vez, a Seguradora Líder apresenta o ranking de pagamentos dos Estados e capitais levando em consideração a proporção entre indenizações e a frota de veículos. O Indicador DPVAT mostra que estados menores são, proporcionalmente, aqueles onde é pago o maior volume de indenizações. Em Rondônia, por exemplo, a cada 10 mil veículos, foram pagas, no ano passado, 91 indenizações nas três coberturas do Seguro DPVAT (morte, invalidez e reembolso de despesas médicas).

Em contrapartida, em São Paulo, onde trafega a maior frota do País, essa relação foi de 17 indenizações pagas por cada 10 mil veículos.

Você pode conhecer o documento na íntegra acessando o https://www.seguradoralider.com.br/Centro-de-Dados-e-Estatisticas/Relatorio-Anual.

Tags:

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: