De forma inusitada homem é preso por fraudar o seguro

08/10/2019 / FONTE: CQCS

preso

Em setembro deste ano, José Carlos Gomes Fernandes, 42 anos, foi condenado pelo júri da Comarca de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, pelo assassinato da ex-namorada Dalícia Fernandes e simulado um acidente automobilístico para receber seguro de vida dela. Ele estava foragido e foi preso na sexta-feira, dia 4, em uma casa no Bairro Jardim Umuarama, em Cuiabá.

Segundo o G1, de acordo com as investigações, em setembro de 2011, José Carlos forjou um acidente de trânsito e arremessou a ex-namorada, Dalícia Fernandes, do carro em uma lagoa, causando-lhe asfixia por afogamento.

Conforme a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), o réu simulou o acidente para receber um prêmio de seguro de vida em nome da vítima.

Foi constatado durante o processo que José Carlos, em fevereiro de 2011, procurou uma empresa de seguros e contratou apólice em nome da vítima, no qual seria o único beneficiário.

Após a morte da ex-namorada, antes mesmo do final da sindicância, já que os familiares não sabiam da existência do seguro, o réu enviou à empresa carta de desistência do recebimento do prêmio.

Tags:

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: