“Corretor de seguros é fundamental”, afirma o novo presidente do Sindseg-SP

12/03/2020 / FONTE: CCS-SP

unnamed

No almoço com associados do CCS-SP, Rivaldo Leite comentou os desafios do novo cargo e reforçou a posição das seguradoras paulistas em relação ao papel essencial da corretagem.

 

 

Recém-empossado no cargo de presidente do Sindicato das Empresas de Seguros e Resseguros de São Paulo (Sindseg-SP), Rivaldo Leite foi recebido pela diretoria e associados Clube dos Corretores de Seguros de São Paulo (CCS-SP) no almoço realizado no dia 10 de março, no Circolo Italiano. Na ocasião, ele falou de suas novas responsabilidades, do momento turbulento na economia e no seguro e da atual fase de transformações na corretagem de seguros.

 

Com 40 anos de atuação no mercado segurador, Rivaldo Leite construiu sólida parceria com os corretores de seguros, que, agora, na condição de representante das seguradoras em São Paulo, faz questão de reforçar. “Sempre considerei o papel do corretor de seguros fundamental e toda a diretoria do Sindseg-SP não tem dúvida disso”, afirmou. Ele ressaltou que não apenas no Brasil, mas em todo o mundo, os corretores exercem forte papel na distribuição de seguros.

 

O presidente do Sindseg-SP citou um estudo que comparou o custo médio de comissionamento de corretagem no mundo, concluindo que o Brasil está no mesmo patamar de outros países. Ele reconhece que a categoria tem enfrentado desafios, mas acredita na força de mobilização dos corretores, como ocorreu, por exemplo, na volta da regulamentação da profissão. “Graças à força-tarefa liderada pela Fenacor, Sincor-SP e CNseg, o texto da MP 905 poderá sofrer modificações”.

 

Para Rivaldo Leite, algumas mudanças propostas pelo órgão regulador do setor são bem-vindas, como, por exemplo, na área de certificação técnica. “Durante anos, quase nada mudou na formação do corretor, e, agora, temos a oportunidade de melhorá-la”, disse. Ele também acha salutar a concorrência na oferta de capacitação profissional. “A certificação é um bom caminho para promover mudanças”, disse.

 

Novos desafios

Além de manifestar a satisfação por ocupar a presidência do Sindseg-SP, o novo presidente admitiu que está ciente do grande desafio. “A agenda do Sindseg-SP representa um enorme compromisso. Sei que vivemos um momento complicado na economia, mas sei que não estarei sozinho”, disse ele, referindo-se à sua diretoria. Rivaldo Leite considera que na atual gestão o sindicato entrará em nova fase, com novos desafios.

 

Ele elencou os diversos projetos do Sindseg-SP, que está prestes a completar 80 anos de existência, garantindo que todos serão mantidos. Dentre eles, citou os projetos Mobilidade Urbana, Cultura do Seguro, relações com o Poder Público, Comissão Intersindical, além das parcerias com o Procon, Secretaria da Educação e Observatório Nacional. “Vamos mantê-las e buscar oportunidades em prol do mercado”, disse.

 

Em relação ao momento econômico, o dirigente reconheceu que está complicado, sobretudo pelas consequências globais do coronavírus, como a queda na Bolsa de Valores e nos preços do petróleo. E, apesar dos impactos no seguro, considera que a situação deva melhorar e que o setor continue crescendo acima do PIB, como já vinha ocorrendo. “O mercado passa por turbulências, mas vamos superar. O importante é estarmos unidos”, disse.

 

Mensagem aos corretores

Rivaldo Leite encerrou sua apresentação com uma orientação aos corretores: “Não sejam dependentes do seguro auto; o prêmio está despencando e as margens estão apertadas. A dependência será mortal para o corretor de seguros. Por isso, ofereçam outros produtos aos seus clientes. Contamos com vocês para consolidar o mercado de seguros, não desistam nunca”.

 

O mentor do CCS-SP, Evaldir Barboza de Paula, elogiou a participação do presidente do Sindseg-SP no evento e aproveitou para exortar a união das entidades do setor de seguros. “Temos várias lideranças dentre os associados do CCS-SP e devemos pensar no que é comum para o corretor de seguros. São Paulo tem grande representatividade no seguro, precisamos nos unir”, disse.

Tags: ,

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: