Notícias | 11 de maio de 2015 | Fonte: CQCS/ Sueli dos Santos

Corretor, aprenda a driblar as dificuldades e ganhe mais

0 comentário

dificuldadeO dia a dia de qualquer profissional está cada dia mais desafiador. Competição, disputa pelo clientes, oferta de serviços diferenciados. Dias de vitórias e também de perdas. A conquista por ter fechado aquele contrato, o retorno da ligação daquele cliente que você vem cortejando há semanas.

Edison Macena, da Alteza e Macena Corretora de Seguros, foi securitário durante 22 anos quando decidiu montar a própria corretora há seis anos. Conhece o mercado de seguros. Ele conta que sua maior dificuldade éenfrentar a concorrência com bancos e revendas de carros que possuem produtos próprios junto às seguradoras. “Sem esquecer os Corretores que trabalham com margem de comissão muito baixa, a carga tributária elevada e os processos operacionais muito complicados de algumas seguradoras”, descreve.

Do outro lado, Marcelo Blay, à frente da Minutos Seguros, corretora fundada há 5 anos, enfrenta também suas dificuldades do dia a dia. Assim como Macena, Blay também teve sua trajetória profissional dentro do mercado segurador, mas como executivo de duas grandes seguradoras. “A experiência em visualizar cenários, antever tendências ajudou bastante”, descreve.

Para se destacar no mercado com sua corretora, Edison garante atender todas as solicitações que chegam até seu escritório. “Sempre buscamos no mercado soluções para nossos clientes e hoje contamos com diversas parcerias para atendê-los”, afirma. E para garantir que o cliente permaneça em sua corretora, ele diz contar com um bom atendimento na venda e no sinistro.

Na Minuto Seguros a palavra-chave é planejamento. Blay conta que a empresa foi muito bem planejada. “A gente preferiu não improvisar. Só consegui receber o aporte financeiro porque tinha planejamento de 20 anos à frente. O modelo foi testado”, diz. Hoje, a corretora em que Blay é sócio tem 280 funcionários e 30 mil acessos por mês. E assim como outras empresas, também enfrenta o problema da qualificação da mão de obra. Ele alerta para a importância dos estudos e de uma formação que dê aos profissionais ferramentas para serem bons.

A Minutos Seguros conta com uma média de visitas por mês no site e um faturamento de 100 milhões reais de prêmio por ano. Para os críticos às vendas pela internet, Blay lembra que as vendas da sua corretora não são fechadas pelo site. “Não estamos roubando cliente dos outros, há uma demanda e estamos atendendo essa demanda”, afirma.

Para Macena, o Corretor definir que perfil de profissional ele será. “Seja qual for a decisão o pretendente a corretor tem que ser muito comercial e divulgar a sua corretora 24 horas do dia e 7 dias da semana, pois as oportunidades aparecem quando você menos espera”, aconselha .

FAÇA UM COMENTÁRIO

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora sua conta e faça parte.

FAÇA PARTE AGORA FAZER LOGIN