Coronavírus: fechamento temporário de fábricas ou instalações pode representar riscos para as empresas

07/04/2020 / FONTE: Grupo Virta Comunicação

Captura-de-Tela-2020-04-06-às-12.29.14-810x500

Muitas empresas estão tendo que fechar suas instalações temporariamente e num prazo curto devido à pandemia da Covid 19. De acordo com os consultores de risco da Allianz Global Corporate & Specialty (AGCS), ações inadequadas ou negligência ao desativar edifícios e instalações de produção traz riscos para as empresas. Fábricas ou escritórios inativos não estão a salvo de incêndios e demais perigos – na verdade, esses riscos podem ser exacerbados quando as instalações estão ociosas ou desocupadas.

 Na mais recente publicação, Coronavírus: Medidas de Segurança para Empresas Forçadas a Fecharem Temporariamente Suas Instalaçõesespecialistas da AGCS oferecem um panorama geral de segurança e medidas preventivas que podem ajudar a evitar danos físicos, como inspeções regulares dos sistemas de proteção contra incêndios e o armazenamento seguro de materiais inflamáveis, no caso de uma companhia precisar fechar suas portas temporariamente. Além disso, a AGCS também fornece cada vez mais orientações de segurança a seus clientes por meio de tecnologias de monitoramento remoto, que visualizam digitalmente instalações e recursos de segurança por meio de gravações de foto e vídeo sem a necessidade de muitas pessoas estarem fisicamente no local.

 “Já observamos uma série de perdas que ocorrem nos feriados ou fins de semana, quando os funcionários não estão presentes”, diz Ralf Dumke, Diretor Regional de Consultoria de Risco da AGCS Europa Central e Oriental: “As paradas de produção e operação que vêm acontecendo pela pandemia de coronavírus também podem trazer riscos para as empresas”. Entre os segmentos mais afetados estão fabricantes de automóveis e seus fornecedores, companhias aéreas, operadores aeroportuários, empresas de engenharia mecânica e de instalações, a indústria hoteleira e muitas outras grandes e pequenas empresas de produção e serviços.

O surto de coronavírus levou a uma interrupção considerável nas operações comerciais em todo o mundo. Para as empresas, o crescente número de restrições impostas pelas autoridades públicas significa que escritórios, fábricas e outros locais podem permanecer parados ou sem vigilância por um período de tempo maior do que o habitual, por serem obrigados a fechar.

“Os danos potenciais causados por incêndio ou como resultado de manutenção inadequada permanecem, ou até aumentam, quando as operações são encerradas. Existem medidas específicas para prevenção de perdas que podem ser tomadas para evitar danos durante a paralisação de instalações operacionais”, diz Dumke. Se possível, inspeções e testes regulares dos sistemas de proteção contra incêndio devem ser mantidos, pois podem reduzir bastante os efeitos de um incêndio. Uma análise feita pela AGCS mostra que os incêndios representam quase um quarto (24%) do valor de todos os eventos segurados no por um período de cinco anos. Os incêndios causaram perdas no valor de mais de 14 bilhões de euros em cerca de 9.500 sinistros.

 Na publicação, os consultores de risco da AGCS se concentram em quatro áreas principais de medidas de prevenção de perdas: redução do risco de incêndio, armazenamento seguro de materiais e líquidos inflamáveis, conformidade com as diretrizes de serviços e utilidades (ex: água, luz, gás) e o uso das melhores práticas em segurança e manutenção de edifícios.

 Recomenda-se, por exemplo, que as empresas considerem verificações regulares de todos os sistemas automáticos de detecção de incêndio, sprinklers e bombas de incêndio e outros sistemas de proteção contra fogo, mesmo que isso seja difícil nas circunstâncias atuais.

Materiais altamente inflamáveis, como produtos brutos e acabados, embalagens, paletes, resíduos e líquidos inflamáveis localizados em prédios fechados, devem ser reduzidos o máximo possível. Onde isso não for possível, deve ser mantida uma distância de segurança de pelo menos 1,5 metro entre equipamentos elétricos e qualquer material.

Outra medida a considerar é que, em um fechamento, as empresas desativam todos os processos perigosos e sistemas de utilidade, incluindo tubos para líquidos e gases inflamáveis. Dependendo das especificidades do local, a energia nas instalações também deve ser desligada, exceto onde necessário para alarmes de incêndio, sistemas de proteção e prevenção contra incêndio. As portas de entrada e saída devem ser protegidas com sistemas de travamento de alta qualidade e a iluminação interna e externa deve ser mantida no mínimo, conforme necessário para inspeção, patrulhas de segurança e para fins de acesso.

Apesar das restrições atuais impostas pelo surto de coronavírus, os consultores de risco da AGCS continuam disponíveis para fornecer consultoria técnica às empresas e estão cada vez mais confiando em novas tecnologias para fazê-lo: “É claro que podemos discutir cenários de construção ociosa por telefone ou videoconferência e recomendar também as melhorias necessárias. Também estamos usando cada vez mais ferramentas de monitoramento remoto como o MirrorMe “, explica Dumke. Usando fotos e vídeos, avaliações remotas de risco de fábricas ou edifícios podem ser realizadas e os resultados compartilhados com o cliente por meio de uma plataforma digital.

O panorama completo de possíveis ações para empresas que são precisam fechar temporariamente suas instalações devido ao coronavírus está disponível aqui.

 _________________________________________________________________________________________________________________________

Participe do Bom Dia Seguro, o maior grupo no WhatsAPP exclusivo para Profissionais de Seguros de todo Brasil.

Realize o seu cadastro através do link e venha compartilhar conhecimento: https://www.cqcs.com.br/cadastre-se/

Caso você já seja cadastrado no CQCS, envie um Fale Conosco solicitando participar do grupo. Link: https://www.cqcs.com.br/fale-conosco/

Tags:

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: