Coberturas não previstas chegam a R$ 462 mi entre janeiro e junho de 2018

09/01/2019 / FONTE: O Estadao de S Paulo via Sindseg SP

financas_dinheiro_cedulas_moeda_real_foto_marcello_casal_jr_agencia_brasil-1561533

Projeção é de um custo total de R$ 920 milhões em 2018

A colunista Sonia Racy, do Estadão, informa que a judicialização da saúde fez com que as operadoras de planos gastassem em 2018, até fim de junho, R$ 462 milhões em coberturas não previstas nos seguros. Numa conta informal, isso projeta um custo total de 2018 em torno de R$ 920 milhões.

Esse valor é 6,5% maior que os R$ 865 milhões de 2017. Aumento bem mais aceitável que os 60% registrados entre 2016 e 2017. Os dados estão no Anuário da Justiça – Saúde Complementar, que o Conjur lança nos próximos dias.

Tags:

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: