Notícias | 23 de outubro de 2020 | Fonte: CBN Maringá

Carro particular usado em campanha eleitoral pode ter dificuldade de receber seguro

Nas redes sociais circula uma informação que está deixando muita gente preocupada.

Adesivar o carro com propaganda política pode trazer problemas? Uma das mensagens que circulam diz que as seguradoras não cobrem carros plotados com qualquer tipo de propaganda , até mesmo propaganda política.

Para entender a questão, a CBN conversou com o corretor de seguros José Ramil Poppi, e diretor do Sincor, Sindicato dos Corretores de Seguros e Capitalização do Paraná.

É preciso primeiro explicar que as seguradoras classificam os veículos em perfis. Existe o veículo de uso particular e o de uso comercial.

O corretor explica que o problema surge quando o carro de uso particular for usado na campanha eleitoral. Por exemplo, transportando cabos eleitorais.

A orientação neste caso é que o proprietário procure a seguradora e altere o perfil. [ouça no áudio acima]

Há um outro porém. As seguradoras estabelecem regras para a adesivagem de veículos com propaganda eleitoral. Caso mais de 50% do veículo estiver adesivado, automaticamente ele sai do perfil particular e entra no perfil comercial. [ouça no áudio acima]

A Justiça Eleitoral permite a fixação de adesivo plástico em automóveis, caminhões, bicicletas, motocicletas e janelas residenciais, no tamanho máximo de 0,5 metro quadrado, desde que a fixação seja espontânea e não haja qualquer tipo de pagamento em troca. A legislação também permite fixação de adesivos microperfurados de qualquer tamanho no para-brisa traseiro de veículos. Estas regras estão no artigo 37 da lei 9.504 de 1997.

______________________________________________________________________________________

Participe do Bom Dia Seguro, o maior grupo no WhatsAPP exclusivo para Profissionais de Seguros de todo Brasil.

Realize o seu cadastro através do link e venha compartilhar conhecimento: https://www.cqcs.com.br/cadastre-se/

Caso você já seja cadastrado no CQCS, envie um Fale Conosco solicitando participar do grupo. Link: https://www.cqcs.com.br/fale-conosco/

2 comentários

  1. Quem

    28 de outubro de 2020 às 13:52

    Você precisa estar logado para ler o comentário.

  2. Alícia Ribeiro

    26 de outubro de 2020 às 11:45

    Você precisa estar logado para ler o comentário.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora sua conta e faça parte.

FAÇA PARTE AGORA FAZER LOGIN