Bolsonaro revoga decreto de Lula e muda regras no seguro

13/12/2019 / FONTE: CQCS

images (3)

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, revogaram o Decreto nº 6.499/08, assinado pelo então presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, que estabelecia normas para operações no resseguro, dispondo sobre o limite máximo de cessão a resseguradores eventuais.

Um novo decreto (10.167/19) foi publicado nesta quarta-feira no Diário Oficial da União, aumentando de 10% para 95% do valor total dos prêmios cedidos em resseguro o limite máximo que as seguradoras ou sociedades cooperativas poderão ceder, a partir de agora, a resseguradores eventuais. Esses limites deverão ser calculados com base na globalidade das operações em cada ano civil.

Além disso, foi ampliado de 50% para 95% do valor total dos prêmios emitidos – relativos aos riscos que houver subscrito – o percentual máximo que o ressegurador local poderá ceder a resseguradores eventuais.

Também neste caso, os limites devem ser calculados com base na globalidade das operações em cada ano civil.

O novo decreto manteve disposição anterior segundo a qual o órgão regulador de seguros fica autorizado a dispor, em ato específico, sobre ramos ou modalidades de seguro a serem excepcionados com percentual superior ao fixado.

Imagem: EVARISTO SA/AFP

______________________________________________________________________________________________

Venha debater esse assunto no Bom Dia Seguro, o maior grupo no WhatsAPP exclusivo para Profissionais de Seguros de todo Brasil.

Realize o seu cadastro através do link e venha compartilhar conhecimento: https://www.cqcs.com.br/cadastre-se/

Caso você já seja cadastrado no CQCS, envie um Fale Conosco solicitando participar do grupo. Link: https://www.cqcs.com.br/fale-conosco/

Tags: ,

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal:

nenhum comentário

    Cabral De

    Você precisa estar logado para ler o comentário.

    Claudia Regina de Abreu Correia

    Você precisa estar logado para ler o comentário.