Até novembro, Susep recebeu 173 queixas ou consultas por dia

04/01/2005 / FONTE: CQCS


Não é por acaso que a Superintendência de Seguros Privados (Susep) tem pressa em ver todas as empresas do setor criando ouvidorias para minimizar os problemas de relacionamento com os consumidores. O fato é que a autarquia está cada vez mais sobrecarregada com o grande volume de queixas ou consultas feitas pelo público relacionadas aos mercados de seguros, previdência aberta e capitalização, incluindo os corretores. De janeiro a novembro do ano passado, último dado disponibilizado pela Susep, foram feitos 57.998 registros, o que significa 173 queixas ou consultas a cada dia, incluindo finais de semana e feriados.

Desse total, 51,7% foram relativos ao setor de seguros. O dados mais surpreendente foi que o seguro Dpvat, isoladamente, foi alvo de 20% do total de registros. Isso significa que, de cada cinco pessoas que procuraram a Susep de janeiro a novembro de 2004, uma foi apresentar queixa ou esclarecer dúvidas a respeito do seguro obrigatório.

Outras carteiras com elevado percentual foram as de automóveis (13,4% do total) e de vida (7,3%).

Ainda de acordo com os dados da Susep, 5% dos registros foram relacionados aos corretores de seguros, pouco menos do percentual referente ao setor capitalização (5,2%) e à previdência aberta (5,4%).

No total, a Susep instaurou 3.070 procedimentos com base nas queixas apresentadas pelos consumidores, até novembro do ano passado.

Notícias relacionadas


1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: