As “Histórias de Vida” contadas por quem vende seguro de vida

09/12/2019 / FONTE: Segs.com

seguro-vida-cobertura

A festa de confraternização do CVG-SP, realizada no dia 29 de novembro, no Trio Pérgola, em São Paulo, trouxe algumas surpresas para os convidados. Uma delas, anunciada pelo vice-presidente Marcos Kobayashi, foi bastante aplaudida. Trata-se da continuação do projeto Histórias de Vida, que reúne depoimentos em vídeo de corretores de seguros sobre a importância do seguro de vida.

No ano passado, o projeto estreou com a participação do saudoso Osmar Bertacini e de outros três ícones do mercado: Hélio Opípari, Paulo de Tarso Meinberg e Josusmar Sousa. Neste ano, outros três reconhecidos profissionais da corretagem de seguros relataram histórias de vida: Maurício Leite, da ML3, Carlindo Boaventura, da Boaventura Seguros, e Fábio Leite, da Faol.

Durante o evento, Kobayashi apresentou trechos curtos dos novos depoimentos, exibidos nos telões do salão. A história relatada por Maurício Leite envolve uma beneficiária do seguro de vida que resistia em entregar os documentos do falecido marido à seguradora por não entender a finalidade do seguro.

Ela também estava ressentida por ter sido traída pelo marido. Mais tarde, depois de ouvir as explicações de Leite sobre o seguro e de receber o cheque da indenização, a viúva acabou perdoando o marido. “O seguro de vida serviu para redimir e levar esperança”, concluiu o corretor.
Carlindo Boaventura contou a história de uma beneficiária, cujo marido havia morrido no exercício da profissão. Sem recursos para permanecer na casa onde morava e para manter os filhos na escola, ela agradeceu ao corretor a indenização. “Faz quase 20 anos que isso aconteceu, mas não esqueço do quanto ela ficou agradecida ao receber o cheque”, disse.
A história de vida relatada por Fábio Leite demonstrou a importância dos seguros de vida e educação para a proteção da família. No seguro de vida coletivo que vendeu para determinada empresa, um dos funcionários estava indeciso, mas acabou aderindo à apólice após ser convencido por Fábio.
Em pouco menos de um ano ele faleceu e a esposa recebeu a indenização do seguro de vida e, para a sua surpresa, também do seguro educação. “A esposa não sabia que o marido também havia adquirido um seguro educação. Eu fiquei duplamente satisfeito por cumprir a missão de levar o amparo às famílias”, disse.
Para o vice-presidente do CVG-SP, o projeto Histórias de Vida demonstra a importância do trabalho dos corretores de seguros. “O projeto destaca a missão árdua e o trabalho intenso dos corretores de seguros na conscientização da importância do seguro de vida”, disse Kobayashi.
Assista aos vídeos na íntegra no site do CVG-SP. Clique aqui: http://www.cvg.org.br/historias-de-vida.php?url=historias-de-vida-com-carlindo-boaventura
CVG-SP | Texto: Márcia Alves
Tags:

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: