Acidentes de moto representam 66,8% das indenizações pagas pelo DPVAT no AP

30/08/2018 / FONTE: G1

Como-frear-uma-moto-tecnicas

De janeiro a julho de 2018, 377 seguros foram pagos no estado, sendo que, desse total, 252 envolveram motocicletas.

ais de 66,8% das indenizações pagas no Amapá pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT), de janeiro a julho deste ano, envolveram acidentes de motocicletas. Os dados são da seguradora responsável pela administração do seguro obrigatório.

Vítimas de acidentes de trânsito, sejam condutores, passageiros ou pedestres têm direito à indenização em caso de morte (familiares recebem) e invalidez, além de reembolso das despesas médicas e hospitalares. De janeiro a julho foram pagos 377 seguros no estado, sendo que, desse total, 252 envolveram acidentes de motos.

Na maioria dos casos, segundo dados, as vítimas ficaram inválidas permanentemente. Em 80 casos, o pagamento foi por reembolso de Despesas de Assistência Médica e suplementares (Dams), e 45 famílias receberam seguro por morte.

Desempregado por causa de acidente causado por moto, Dumiran Cardoso faz parte dessa estatística. Ele conta que foi vítima da imprudência no trânsito.

“Ia andando na rua e o cara, simplesmente bêbado, me atropelou. A recuperação tá difícil, é dolorido demais. Mas devagar a gente chega lá, falou.

Cardoso é um dos pacientes que recebe tratamento gratuito no setor de traumatologia do Centro de Reabilitação do Amapá (Creap), onde o número de acidentados por moto também é maioria.

“Para se ter uma ideia, tivemos, até agosto de 2018, 180 pacientes no setor de traumatologia vítimas de acidente de trânsito. A cada 10 pacientes que entram aqui por acidente de trânsito, 7 são causados por moto. Desse total [de 180], 60% são homens e 40% são mulheres, na faixa etária entre 18 e 60 anos”, informou o coordenador técnico do Creap, Mário Coimbra.

Nos sete estados da Região Norte do país, o Seguro DPVAT pagou o total de 20.128 indenizações. O Pará liderou esse índice, depois veio Rondônia, Tocantins, Amazonas, Roraima, Acre e, por último, o Amapá. Veja o número de indenizações por estado.

Pará – 6.787
Rondônia – 5.322
Tocantins – 3.225
Amazonas – 2.623
Roraima – 1.198,
Acre – 596
Amapá – 377

* Com informações da Rede Amazônica

Tags: ,

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: