Notícias | 4 de maio de 2004 | Fonte: Fenaseg

A importância da gestão do risco Saúde

Uma boa gestão de risco pode ser uma solução viável para os problemas enfrentados atualmente no setor de saúde suplementar no Brasil. A opinião é da especialista Sheila Clezar, da Marsh & McLennan Companies, que ministrou a palestra “As negociações no Gerenciamento do Risco Saúde”, agora pouco no V Seminário Internacional de Gerência de Riscos e Seguros, que acontece em São Paulo, promovido pela ABGR. “É preciso mudar o conceito de saúde”, avisa. Na opinião da especialista todos os atores envolvidos precisam trabalhar visando a prevenção das doenças e, mais do que isso, a promoção da saúde. Clezar entende que hoje as empresas, mais do que dar como benefícios aos funcionários um plano de saúde, devem também investir em campanhas permanentes de conscientização para que o funcionário entenda que mais importante do que tratar da doença é evita-la através da promoção da saúde. “Mas o indivíduo deve ter o entendimento final de que a saúde é responsabilidade dele”, ressalta. Ela lembra que investir em saúde é na verdade economizar. “Estudos indicam que para cada US$ 1,49 investidos nessa área, em 18 meses há um retorno de US$ 4,91”, afirma, ressaltando que uma visão holística da questão implica em mudança de comportamento de todos. “Esse é um trabalho de formiguinha”, conclui.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora sua conta e faça parte.

FAÇA PARTE AGORA FAZER LOGIN