3 dicas para contratar um seguro para celular

01/10/2019 / FONTE: Agora MS

seguro_celular_nextel

Conheça o verdadeiro funcionamento do sistema e como contratar um seguro de celular

O Brasil é um dos maiores consumidores de aparelhos celulares em todo o mundo. Não à toa, o país possui mais celulares do que habitantes. De acordo com dados da Anatel, o números de smartphones e aparelhos comuns já ultrapassou a marca de 250 milhões, enquanto somos cerca de 210 milhões de brasileiros, segundo dados do IBGE.

Os aparelhos celulares já fazem parte da vida dos brasileiros, que carregam no eletrônico informações e dados essenciais para o seu dia a dia. Por isso, para ter mais segurança e tranquilidade no seu cotidiano, optar por contratar um seguro celular é sempre uma boa ideia.

De acordo com uma pesquisa da eMarketer, o Brasil já ocupa a sexta posição no ranking de números de smartphones, mas apenas quatro milhões de consumidores possuem um seguro para celular. No entanto, com o aumento no preço desses aparelhos, o mercado de seguro para esses produtos deve crescer nos próximos anos.

Mas você sabe o que é necessário para contratar um seguro que atenda às suas necessidades?

Primeiramente, é importante que você leia atentamente o que é oferecido por cada seguradora. Nem sempre o maior ou menor preço é uma garantia da qualidade do serviço, por isso, veja bem o que é ofertado para que você possa comparar e encontrar os melhores preços. Veja outras três dicas para contratar o melhor seguro de celular para a sua necessidade!

Guarde a nota fiscal

Se você deseja contratar um seguro para o seu celular, tenha em mente que será necessário apresentar a nota fiscal do aparelho. Este é um item obrigatório para que você consiga contratar esse tipo de serviço, qualquer que seja a seguradora. Além disso, você também deverá apresentar alguns dados pessoais, como CPF, idade e endereço.

As seguradoras também não oferecem esse serviço para aparelhos que tenham sido comprados há mais de 12 meses. Portanto, aproveite os primeiros meses de compra do seu aparelho para já fazer o seguro apropriado.

Cobertura do seguro

Algo que interfere diretamente no preço do seguro diz respeito a quais coberturas serão contratadas. As principais normalmente envolvem o que costuma ser um problema mais frequente entre os usuários, como roubo ou dano acidental.

Fique atento também para saber quais tipos de roubo são cobertos pela seguradora. Normalmente, apenas o roubo qualificado (que tenha violência ou ameaça de violência) tem sua cobertura pelo seguro, enquanto o furto é coberto apenas por algumas seguradoras ou serviços especiais. Ainda assim, as que oferecem uma cobertura para furto, o fazem apenas quando se trata de furto qualificado.

A diferença está no fato de que o furto qualificado acontece quando alguém furta o seu aparelho de dentro da sua bolsa, sem você perceber, por exemplo. O não qualificado é quando você deixa seu celular sobre a mesa de um restaurante e alguém leva o aparelho.

Veja as opções de franquias

Quando você é roubado ou tem o seu celular danificado acidentalmente, é necessário pagar um valor para que a seguradora indenize ou repare seu aparelho. Isso tem o nome de franquia. A maior parte dos seguros tem essa franquia, que varia de acordo com as coberturas. Por isso, antes de contratá-lo, confirme o valor com a corretora para que você não tenha surpresas no momento de solicitar o serviço.

Tags:

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: