Debate Seguro | 30 de outubro de 2003 | Fonte: CQCS - Centro de Qualificação do Corretor de Seguros

As Cias Multinacionais auxiliam na globalização do nosso mercado? Parece que não...

Recebi uma consulta de um cliente com a necessidade de uma apólide de Responsabilidade Civil Familiar, que teria como objetivo a cobertura de sua filha, visando danos Corporais ou Materiais causados a terceiros, enquanto permaneça em território Francês. A pessoa em questão que é menor de idade (16 anos), fará um intercâmbio cultural pelo período de um ano naquele País e a exigência de apólice partiu do Consulado da França no Rio de Janeiro. Necessito saber qual a Seguradora que disponibiliza este tipo de cobertura internacional, pois estou tentando consultas a vários dias e ninguém se prédispõe a atender.
Apesar de ter ocorrido uma invasão de seguradoras estrangeiras em nosso País a partir de 1993, situação que nos fez pressupor que o mercado tenderia a desenvolver uma cultura de negócios a nível internacional, o que se percebe após 10 anos é que as Seguradoras ficam assustadas quando se propõe um seguro que possui características diferenciadas. Será que na Europa e nos EUA, também só se contrata seguro de automóvel?
O mercado atual exige que os profissionais de venda de seguros (corretores), possuam um perfil de consultores para que possam atender todas as necessidades de seus clientes, seja pessoa física ou jurídica. As seguradoras precisam urgentemente também se adequar a esta nova realidade, pois quando se solicita um estudo para um novo negócio que apresenta características diferenciadas, o corretor fica falando sozinho, pois os “profissionais” da Seguradora se omitem ou informam que a Seguradora não atua naquele negócio, sem mesmo fazer qualquer estudo de viabilidade técnica (análise de taxa, impacto operacional, estudo atuarial, grau de risco, etc.). Para que possamos ter um mercado especializado e representativo, é necessário que as Seguradoras melhorem seus quadros profissionais ( comerciais e técnicos), para que os corretores possam dialogar.

Autor – Florival Nascimento Filho. [email protected], da Execor Corretagem Administração e Serviços Técnicos de Seguros ,Resende – RJ

FAÇA UM COMENTÁRIO

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora sua conta e faça parte.

FAÇA PARTE AGORA FAZER LOGIN