por Dilmo Bantim

Viva a Vida


Especializações do Seguro de Pessoas

03/02/2011 / FONTE: CQCS | Coluna Viva a Vida - Dilmo Bantim


A disponibilização de novos produtos de seguros requer um constante acompanhamento da economia e das necessidades das pessoas para a perfeita identificação dos nichos de mercado.


Considerando que no ano de 2010 a carteira de Pessoas acumulou prêmios da ordem de aproximadamente 9 bilhões, e que os números vem crescendo consistentemente ano a ano, o aumento do grau de interesse das Seguradoras e demais players do mercado no segmento é mais que justificado, gerando o lançamento de diversos produtos especiais.


Fatores como a posse da decisão da compra de produtos securitários no âmbito das famílias, entre outros, são estudados para determinar coberturas, serviços e campanhas de vendas. Por exemplo, sabe-se que a palavra final na aquisição de Seguros de Pessoas, além de outros como Previdência Privada, Saúde, Educacional e Odontológico neste público–alvo dependem em um terço da decisão feminina.


Aliás, de olho no consumo de seguros pelas mulheres, lançaram-se produtos que utilizam desde as tradicionais coberturas do seguro de vida, até coberturas especiais para eventos como o câncer de mama, complementados ou não por serviços de assistência que abrangem estética, atendimento a emergências residenciais e outros.


O leque de opções é vasto. Junto aos tradicionais seguros de Vida e de Acidentes Pessoais, há seguros muito específicos como por exemplo para mototaxistas, motofretistas; diabéticos; 3ª Idade; para casais homosexuais; cobertura de doenças graves; pequenas e médias empresas; para comunidades em locais específicos; viagem; funeral; educacional …


Igualmente importantes são os produtos que se orientam ao atendimento das necessidades dos funcionários das empresas, seja em função de cláusulas específicas em dissídios coletivos, seja em consequência de necessidades especiais dos empregadores, levando-se em conta que os benefícios securitizados representam, também, um importante fator de atratividade e retenção de profissionais.


Seja qual for o produto a ser comercializado ou a campanha de divulgação desenvolvida, a participação do Corretor de Seguros é chave para o sucesso na distribuição destes produtos, inclusive, exigindo-lhe um grau cada vez maior de sensibilidade em relação às necessidades dos consumidores, bem como uma constante reciclagem de conhecimentos e atualização quanto às disponibilidades de produtos e conteúdo de suas coberturas diferenciadas, implicando, muitas vezes, na transformação deste profissional em verdadeiro consultor de benefícios, inclusive retroalimentando as Seguradoras com informações que permitem o refinamento e/ou a revisão de seus conceitos e metas.


Com o desenvolvimento do país e melhora da qualidade de vida de sua população, a cultura e o consumo se expandem, levando ao inevitável crescimento dessa importante atividade que é o Seguro.


Dilmo Bantim Moreira


Vice presidente do CVG/SP, Catedrático de Seguros de Pessoas da ANSP, Gestor de Produtos da American Life Companhia de Seguros, Coordenador da Comissão Técnica de Vida e Previdência do SINDSEG/SP e Membro da comissão técnica de Riscos Pessoais da FENAPREVI.

Notícias relacionadas


1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário. Se ainda não fez o seu cadastro, por favor, clique aqui. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal: