O sucesso tem feito o fracasso de muitos homens Cindy Adams

8 pontos - papo com lideranças

Berkley aposta no relacionamento com o Corretor

23/01/2017 / Fonte: CQCS

Berkley Com duas décadas de experiência no mercado de seguros, o COO (Chief Operating Officer, equivalente a diretor de Operações) da Berkley, Leandro Garcia Okita, sabe de cor os ingredientes necessários para uma receita de sucesso.

veja, abaixo, a entrevista, na íntegra:

 

 

CQCS: Como foi a sua trajetória no mercado de seguros?

São quase 20 anos de trajetória no mercado de seguros. Os primeiros anos da minha carreira foram em meu país natal, Argentina, onde atuei na área de consultoria e auditoria financeira da PriceWaterhouseCoopers. Durante 13 anos atendi, especificamente, empresas de seguros e também companhias de energia, petróleo, indústria automobilística, construção, serviços, entre outros segmentos. Essa experiência contribuiu para minha formação profissional, pois não só conheci de perto o mercado de seguros, como também outros ramos que hoje fazem parte do meu dia a dia corporativo. Em 2012, fui convidado pela Chubb Insurance Company a ocupar o cargo de Regional Finance VP para a América Latina, permanecendo na função por dois anos, e passei a atuar no mercado brasileiro como Diretor Financeiro da Chubb do Brasil Seguros SA, onde estive por mais de dois anos.

CQCS: Como foi a sua chegada na Berkley?

No início de 2016 fui convidado pela Berkley para integrar a equipe com a proposta de ocupar a posição de Diretor Operacional. Após vários anos trabalhando e cuidando das finanças e estratégias das empresas pelas quais passei, hoje tenho a oportunidade de dividir e agregar os conhecimentos adquiridos ao longo de minha carreira com o time Berkley. O Diretor Operacional tem a responsabilidade de olhar e cuidar de toda a estrutura de uma companhia de seguros e isso, entre outras coisas, foi o que me motivou a assumir o novo desafio.

CQCS: Como sua experiência no mercado segurador pode ajudar a companhia?

Um bom financeiro tem habilidade de, através dos números, compreender, analisar e melhorar cada uma das áreas de uma companhia. Minha experiência na área de Finanças, e agora também como Diretor Operacional, me faz procurar e cuidar não só da produção de uma empresa, como também da rentabilidade da mesma. Ter uma ótima produção é só o início do êxito, sendo que logo essa produção deve refletir na rentabilidade e, para tudo isso, os processos devem funcionar harmonicamente e com qualidade. Um lema que eu respeito muito é aquele relacionado à “melhora contínua”. As mudanças nunca acabam, sempre podemos melhorar.

CQCS: Quais os principais segmentos de Seguro Garantia da Berkley em 2017?

Como já sabemos, a finalidade do Seguro Garantia é assegurar o cumprimento, por parte do tomador, das obrigações assumidas perante o segurado, seja por força legal ou contratual. Desde que foi implantado no Brasil, o Seguro Garantia vem crescendo gradativamente e se apresenta como uma das formas de garantia admitidas e utilizadas nas contratações de obras, serviços e fornecimento, dentre outros. É um instrumento eficaz de custo razoável, que dá ao segurado a certeza do cumprimento das obrigações garantidas. É um produto equivalente à fiança bancária. Atualmente aqui na Berkley atuamos, principalmente, com as seguintes coberturas de Garantia: Licitante, Executante, Retenção de Pagamento, Adiantamento de Pagamentos, Manutenção Corretiva, Garantia Aduaneira, Administrativo, Judicial, Judicial para Execução Fiscal e Garantia de Concessão.

CQCS: Quais os principais desafios da Berkley em 2017?

Temos vários objetivos importantes para este ano e, entre os de maior destaque, acredito que seja continuar com nosso aumento na produção, cuidando sempre da rentabilidade de cada carteira. Isso nos faz continuar com uma excelente qualidade de subscrição, agilidade e profissionalismo no gerenciamento de sinistros e eficiência no controle de nossas despesas. Hoje somos líderes em Seguro Garantia, por isso devemos continuar cuidando de nossa posição de prestígio e liderança, reforçando todos os nossos produtos, sendo eles Riscos Financeiros, Engenharia, Transportes, Responsabilidade Civil, Riscos Profissionais e outros Riscos Diversos, seja Seguro de Equipamentos, Eventos etc.

Continuaremos com a incorporação de novos produtos, sendo que nosso crescimento se baseia também em análises contínuas de possíveis novos negócios rentáveis. Inclusive, a Berkley, recentemente, foi autorizada pela Susep para comercializar seguros de pessoas, razão pela qual estamos em vias de apresentar novos produtos. As inovações tecnológicas também estão entre nossos investimentos contínuos, já que a Berkley é reconhecida no mercado por seu diferencial tecnológico e queremos que isso continue, sempre com foco em maior eficiência tanto para nossa equipe interna, quanto para nossos corretores e clientes, duas figuras essenciais dentro de nossa estrutura atual.

CQCS: Como o Corretor pode ajudar neste processo?

O corretor de seguros é o principal canal de vendas da Berkley no Brasil, ele é o nosso principal parceiro no dia a dia de nossa atividade comercial. A Berkley disponibiliza produtos e serviços de altíssima qualidade e, neste cenário, o corretor de seguros exerce papel fundamental, contribuindo para agilizar os procedimentos e cobrar da seguradora a solução mais adequada. O corretor deve acompanhar atentamente cada operação e interagir plenamente com o segurado, seu cliente, e com a seguradora. A boa relação entre seguradora e corretor beneficia diretamente o cliente final, o segurado, especialmente nas questões mais complexas.

Comprometimento com agilidade e eficiência é essencial para toda modalidade de prestação de serviço. É preciso que as partes envolvidas interajam em prol de um único objetivo: dedicar ao usuário do seguro atendimento humanizado e no tempo hábil.

CQCS: O que você pretende fazer para fortalecer a relação entre o Corretor?

Nossas principais estratégias são facilitar o acesso dos corretores aos serviços da Berkley, oferecer treinamento e capacitação para que o corretor esteja preparado para desenvolver novos negócios. Estamos ampliando também nossas ferramentas e tecnologias de gestão para que os corretores contem cada vez mais com a Berkley para estabelecer bons negócios. Tudo isto colabora para melhorar cada vez mais esta aproximação e relacionamento que temos com nossos corretores.

CQCS: Quais regiões a Companhia pretende expandir?

Dentro da estratégia de regionalização, a Berkley está sempre atenta às oportunidades de ampliação da nossa atuação no mercado brasileiro. Com essa visão, entendemos ser fundamental continuar ampliando nossa presença no Interior de São Paulo, com a abertura de uma filial em Campinas, assim como no Centro-Oeste, com uma filial em Goiânia, e em Santa Catarina, com uma filial em Florianópolis. Nessas três regiões, a companhia já conta com a presença de Gerentes Comerciais Volantes.


  • listagem

Atenção:

1. Você precisa ser cadastrado para enviar o seu comentário sobre esse vídeo. Se ainda não fez o seu cadatro, por favor, clique na área "Entre", no topo da página. Um e-mail será enviado para a sua caixa postal, fornecendo sua senha.

Esqueceu sua senha?

Preencha o campo abaixo com o mesmo endereço de e-mail que você usou para fazer o seu cadastro e enviaremos uma nova senha para a sua caixa postal:


1 comentário

    Hélen Calazans